sábado, 17 de abril de 2010

Mas afinal...quem matou a Laura Palmer?



Lembram-se disto? Pois é, eu tinha 11 anos e era fã. Era já a antevisão mais do que óbvia do meu fascínio cinematográfico pelo David Linch (um dos realizadores da série, juntamente com Mark Frost), pelo qual me viria a apaixonar obsessivamente anos mais tarde.

Mas a minha mãe não compreendeu. Ás dez badaladas M. Butterfly tinha que ir dormir e não havia argumento que impedisse tal propósito. Eu seguia religiosamente cada episódio, ansiava por cada pista, imaginava um suspeito em cada personagem e absorvia com sofreguidão cada palavra do diário da jovem assassinada. Mas o que é certo, é que a hora de ir dormir ficava sempre a meio de cada episódio e por isso, não perdoo à minha mãe o facto de até hoje ter ficado sem saber quem matou a pobre Laura Palmer.

E se é verdade que o tempo nos faz ultrapassar muita coisa, esta não terá sido uma delas. Por isso hoje tomei uma resolução: 20 anos depois, vou desvendar o mistério!

P.S.- Alguém sabe onde arranjar a  série?

4 comentários:

  1. amazon! eu tenho a primeira season! e confesso que também ainda não sei quem a matou :S

    ResponderEliminar
  2. O que eu bem me lembro é que se falava dessa série como se não tivesse sido feita outra antes de tanta qualidade. Eu vi. Tanto vi que me fartei porque não andava nem desandava. Eu nem sei se alguma vez depois daquele nunca mais acabar de episódios se ficou a saber quem matou a Laura Palmer, vê tu bem. Jurei para nunca mais. Tenho as piores referências do David Linch desde aí. Acho que nunca mais perdi tempo a ver nada dele.

    ResponderEliminar