quarta-feira, 15 de abril de 2009

Eu tento perceber-me...


...a sério. Mas não consigo. E ando há 30 anos nisto, sem grandes melhorias. Um dia quero muito uma coisa e faço qualquer coisa para a ter. Quando finalmente consigo aquilo por que tanto lutei, sinto a dúvida espalhada pelo corpo todo. Já não sei se quero. Hesito. E do outro lado, sente-se a hesitação. Cria-se um ligeiro afastamento. E subitamente, já quero outra vez. Chego à conclusão que sempre quis. Ou, pelo menos, acho que sim. E o ciclo recomeça.

Não há paciência para mim, não há mesmo.

8 comentários:

  1. Parece que me estou a ler, que fui eu que escrevi isto...

    ResponderEliminar
  2. … descobrir que também eu, sem o perceber a vezes suficientes, acabo por investir tempo demais no medo bloqueando o desfrute de conquistas, em vez de me permitir a colocá-las em pacífica harmonia com o equilíbrio… Insatisfação? Insegurança? Ou simplesmente não ter a certezas de nessas alturas, ao hesitar, não sentir estar em porto seguro?

    ResponderEliminar
  3. Mas um beijo às vezes
    Faz parar o tempo em seu desvario
    Arranca mil sentires à alma
    Voa no celeste preso em terno fio

    Liberta esta lava incandescente
    Transbordante em teu peito palpitante
    Dá-te as asas de um pássaro azul
    Transforma o eterno em sublime instante


    Boa semana


    Mágico beijo

    ResponderEliminar
  4. Parece que é mal geral. O meu problema em particular ñem é bem esse. Eu sei muito bem o que quero...daí a conseguir, falta um pouco de iniciativa.
    Beijo*

    ResponderEliminar
  5. É mesmo mal geral... Quando uma coisa custa mt a ter eu quero-a muuuito... quando a tenho... questiono-me pq q a desejava tanto lolol até a querer outra x lol. Acho que é mesmo o desafio que nos faz desejar tanto o que não temos

    ResponderEliminar
  6. Do mal o menos são 30 anos, eu ando á volta dessa questão a tentar me percber á mais 8 anos do que tu...38 anos...e acho que nunca encontrarei a resposta, espero que encontres a tua. :-)

    ResponderEliminar
  7. Todos nós temos dias em que não nos recomendamos.
    ;)

    ResponderEliminar